A Energia Vital no Ar e na Água

ÍONS DO AR SÃO UMA FONTE DE NUTRIÇÃO

Todos os dias respiramos cerca de 26.000 vezes (em média, 18 respirações por minuto) e “absorvemos” até 10.000 litros de ar, o que representa 15 kg de “alimento sutil”, para oxigenar as células do nosso corpo. Os pulmões por exemplo só oxigenam o sangue com a presença de íons negativos. Entretanto, estamos muito mais preocupados com os 2 a 3 kg de comida e bebida que ingerimos. Na verdade, o ar é o primeiro alimento do ser humano e a qualidade da atmosfera influencia nosso organismo. Os perigos da poluição atmosférica já foram amplamente demonstrados e expostos. Mas temos que lembrar que há uma outra poluição, menos percebida, que nos atinge: a poluição elétrica e eletrônica pela concentração muito elevada de íons positivos.

Íons negativos – Como afetam nossa saúde?

É provável que a maioria das pessoas não saiba, mas trata-se de pequenas partículas que existem na natureza. O ar contém íons com polaridades elétricas opostas: íons positivos, nocivos quando em excesso, e íons negativos que, contrariamente a seu nome, são benéficos para o nosso organismo. São chamados de “vitaminas do ar” e estão por toda parte.

 

O equilíbrio desses íons no ar que respiramos influi de maneira determinante em nossa saúde em geral e na nossa vitalidade em particular. De fato, o oxigênio assegura as funções vitais básicas, mas ele só passa dos pulmões para o sangue em presença de íons negativos. A respiração traz consciência, acalma, alivia a tensão, o stress, equilibrando as emoções. A respiração correta previne doenças. O ar é energia pura. O oxigênio alimenta o cérebro, corpo e restabelece o ânimo.

A qualidade do ar que respiramos 

As más condições da vida moderna provocam o rompimento do equilíbrio iônico e nos privam de muitos desses íons negativos tão benéficos para nossa oxigenação e nossa saúde. Essa carência de íons negativos é uma das causas das “doenças da civilização” (cansaço, nervosismo, depressão, agressividade, entre outras...). Infelizmente, com os materiais que usamos em nossas construções e nos ambientes que frequentamos com ar condicionado, a quantidade de íons negativos diminui muito.

 

FATORES QUE INFLUEM SOBRE A CONCENTRAÇÃO DE ÍONS NO AR

 

O ar é ionizado naturalmente de maneira contínua. Os íons negativos se formam sob a influência de causas naturais: a radioatividade natural do solo, a fotossíntese das plantas, os raios cósmicos e ultravioletas do sol, as tempestades e os raios, a chama de uma vela ou  de uma lareira, o impacto da água em movimento (chuva, chuveiro, mar, fonte), o atrito do ar nas plantas pontiagudas. Se temos a sensação de respirar melhor ao pé de uma cachoeira, depois de uma tempestade, na montanha, à beira-mar, na floresta, no sol, isso ocorre pela riqueza do ar em íons negativos. Por outro lado, certos fatores naturais favorecem a diminuição de íons negativos e o excesso de íons positivos, tais como o ar antes de uma tempestade e da chegada de ventos quentes e secos, o nevoeiro, etc.

 

Diversos fatores artificiais também diminuem a concentração de íons negativos no ar: poluição, ar confinado (residência, carro, escola, escritório, transportes coletivos), ar condicionado, proximidade de um aparelho elétrico (aquecedor, aparelho de televisão, computador, forno micro-ondas), tecidos sintéticos (carpetes e roupas sintéticas), fumaças industriais, gás de escapamento dos carros, poeira, tabaco, aquecimento elétrico e até o ar expelimos de nossos pulmões. É por isso que em diferentes locais e condições, podemos sentir fraqueza, irritabilidade, dor de cabeça, insônia ou vertigem. Porém, não se pode jogar a culpa de todos os males e do nosso mau humor sobre a qualidade do ar!

 

Profissionais da área da saúde atribuem à falta de íons negativos as dores de cabeça e outros males que sentimos em dias muito secos ou em ambientes com a predominância de ar condicionado. Parece que quanto mais avançamos tecnologicamente mais nos distanciamos das fontes de naturais de saúde para as quais fomos projetados para usufruir. O mesmo ocorre com os raios infravermelhos longos do sol e o magnetismo natural de nosso planeta. Praticamente não temos mais contato direto com esses recursos.

 

O bem-estar que experimentamos nos locais de alta ionização – ou onde há equilíbrio entre cargas – deve-se principalmente à presença de íons negativos (positivos para a saúde humana). Os íons negativos geram os seguintes efeitos no corpo humano:

  • Aumentam a capacidade vital (o volume de ar inspirado).

  • Aumentam a atividade dos cílios da árvore respiratória.

  • Normalizam os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea.

  • Reduzem a histamina, que se encontra em excesso no sangue de pessoas alérgicas.

  • Normalizam os potenciais elétricos associados ao sistema nervoso centrale células corporais.

  • Equilibram as glândulas endócrinas.

 

C0M0 PODEMOS SUBSTITUIR NATURALMENTE A AUSÊNCIA DESSSES RECURSOS?

Existem diversos métodos para produzir íons negativos por meio de instrumentos e todos eles são, basicamente, extensões das formas como são criadas na natureza: luz ultravioleta, fontes fracas de radioatividade, pulverizadores de água e descargas de alta voltagem, tudo isso pode ser usado. É preciso tomar cuidado com aparelhos de ionização de ar, para que eles não produzam ozônio (nocivo) como subproduto.

O princípio de funcionamento de um ionizador é simples e consiste essencialmente na produção de cargas elétricas negativas, convertendo as moléculas no ar em íons negativos. Uma vez dispersos no ar estes íons negativos atraem as partículas positivas que em geral carregam vírus, bactérias, fungos, poeira, pulem e outros; depositando-os no solo.

 

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO PROCESSO DE IONIZAÇÃO NEGATIVA:

  • Prevenção de desordens alérgicas e respiratórias (rinites, sinusites, asma).

  • Reduz problemas relacionados ao ar poluído e contaminado.

  • Previne e combate a proliferação de fungos, vírus e bactérias.

  • Reduz os riscos de contaminação e infecção hospitalar.

  • Elimina odores.

  • Proporciona conforto e bem-estar.

  • Reduz a fadiga e sonolência.

  • Aumento de concentração e eficiência nas atividades.

  • Reduz a eletricidade estática.

  • Reduz irritação nos olhos, nariz e garganta.

  • Solução ideal para a "Síndrome do Edifício Doente - SED".

  • Alivia distúrbios do sono.

    

A TECNOLOGIA ECOTURB@, APLICADA NA ENERGIA ELETRICA TRANSFORMA TODOS OS PONTOS DE ENERGIA E CABOS DIFUSORES EM IONIZAÇÃO NEGATIVA NO AMBIENTE.

 

Vivemos a maior parte do tempo, isolados, em ambientes fechados, onde a quantidade de íons negativos do ar é insuficiente; é, pois, necessário reavivá-lo, purificá-lo. A Tecnologia Ecoturb@ é capaz de purificar este ambiente.

 

Um dos produtos Ecoturb®, denominado TV 357 Ecolâmpada ®”, é um dispositivo Bioenergético natural que libera íons negativos pela corrente elétrica, aumentando a concentração iônica em cerca de 3000 a 6000 íons negativos por cm3., eliminando assim, os efeitos nocivos dos íons positivos através da neutralização das Radiações Não Ionizantes de qualquer ambiente. Em veículos, residências, escolas e escritórios entre outros ambientes Ecoturb®, restabelece o equilíbrio iônico, gerando ar puro, como das montanhas ou beira mar.

Esta tecnologia de efeito ativo Magnetohidroressonante combinado AR/ÁGUA, bateria denominada pelo fabricante de  TV 357 Ecolâmpada®  usada na energia elétrica proporciona ambiente vitaminado com cerca de 3 a 6 mil íons negativos por centímetro cúbico, isto é, ar de floresta ou beira mar e além disso neutraliza todas as Radiações-Não-Ionizantes de qualquer ambiente assistido, com isso melhorando a oxigenação sanguínea das pessoas que residem ou trabalham neste ambiente, elevando o pH do sangue para o básico entre 7 a 7,36 com isso também reduzindo os radicais livres do organismo bloqueando a fuga da energia vital das pessoas.

A bateria TV35 Ecolâmpada” reduz consumo de energia elétrica superior a 5% , mantendo todo o sistema harmonizado e sincronizado, com bloqueio das radiações internas, tais como: TV, micro-ondas, lâmpadas fluorescentes, celular, WI-FI , computador, antenas de alta frequência. Bloqueia as Radiações-Não-Ionizantes externas produzidas pelas antenas de celular, redes de alta tensão, celulares e outros..5. Neste quesito o ECOTURB BEE®, bloqueia uma área de 5m² ao seu redor, do filtro onde estiver instalado

ÁGUA POTÁVEL - ELEMENTO VITAL AO SER HUMANO

A água é elemento vital. Não existe vida sem ela. Se formos impedidos de beber água, não importando o quanto seja boa a nossa alimentação, suportaríamos sete dias. Se bebermos somente água, sem qualquer alimentação suportaríamos até 90 dias.

 

Quando recém-nascidos somos 90 % de água, quando crianças somos 70% e adultos 60%. Nenhuma das funções orgânicas agem sem a presença de água. Necessitamos recolocar o que eliminarmos pela urina, suor, respiração e fezes.

 

A quantidade de água perdida no corpo do adulto é de 2 ½ litros por dia. A reposição diária necessária será de 3 a 4 litros de água fresca e outros líquidos com chás, sucos, etc.

Importância da água no nosso corpo:

  • É importante beber água em qualquer tratamento;

  • Elimina as toxinas do corpo;

  • Ajuda na circulação sanguínea;

  • Ajuda a evitar doenças cardíacas, renais e estomacais;

  • Proporciona bom sono, tirando a insônia e estimulando o apetite;

  • Rejuvenesce a pele tornando-a macia;

  • Controla a temperatura do corpo;

  • Limpa o aparelho digestório;

  • É laxante e diurético;

  • Acalma os nervos;

  • Previne a prisão de ventre;

  • É fundamental no tratamento das diarreias e vômitos;

  • Previne a desidratação;

  • Previne a embriaguez alcoólica, úlceras e gastrites;

  • Controla o excesso de transpiração;

  • Purifica os órgãos.